A história da coxinha: como surgiu um dos petiscos mais amados do Brasil – Eliana Salgados

A história da coxinha: como surgiu um dos petiscos mais amados do Brasil

Como toda comida boa, a coxinha também tem história! O petisco mais amado do Brasil tem sotaque paulista, embora seja também encontrada com bastante frequência em Portugal.

Tudo começou no interior de São Paulo

A história conta que a coxinha surgiu como resultado da preferência alimentar de um garoto natural de Limeira, cidade do interior paulista, ainda na época colonial.

Essa informação foi extraída do livro de Roberta Saldanha, “Histórias, Lendas e Curiosidades da Gastronomia”. De acordo com a autora, esse garotinho Limeirense era muito mais que uma simples criança do campo.

Roberta conta em seu livro que o garoto era filho da Princesa Isabel e do Conde d’Eu, o qual foi criado na fazenda Monte Azul, isolado da corte por ser considerado uma criança especial.

Mas, afinal, o que o filho da Princesa Isabel tem a ver com a origem da coxinha? A resposta é mais óbvia do que se imagina: o garoto só se alimentava de coxas de galinha.

Certo dia, ao preparar o almoço, a cozinheira da fazenda, percebendo que não haveria coxas de frango suficiente para todos, teve uma ideia inusitada: desfiou outras partes da ave e colocou em uma massa preparada com farinha de trigo e batata, a qual moldou como se fosse uma coxa.

Alheio à astúcia da cozinheira, o garotinho não só comeu todas as massinhas preparadas, como pediu por mais!

A coxinha encanta a realeza

Logo a notícia se espalhou e chegou até os ouvidos da imperatriz Tereza Cristina, que estava visitando a filha, a Princesa Isabel, na Fazenda Morro Azul onde morava com a família.

Quando ficou sabendo do paladar do neto, Tereza Cristina ficou intrigada e, ao observar como o neto devorava a iguaria com tamanho gosto, não resistiu.

Imediatamente, a imperatriz solicitou que a cozinheira fizesse o petisco para que ela pudesse provar e aprovar!

Tereza Cristina ficou tão apaixonada pelo sabor que ordenou à cozinheira que passasse a receita ao seu mestre de cozinha para que pudesse levar de volta para Portugal e para que pudesse desfrutar da iguaria sempre que assim desejasse.

Dessa forma, no boca-a-boca, a coxinha começou a ganhar notoriedade entre a realeza com uma velocidade incrível.

Outras histórias

Apesar de ser uma história deliciosa para ser contada, não há comprovações históricas que essa seja, de fato, a origem do quitute.

Outras histórias que rondam a origem da coxinha, dizem que o salgadinho surgiu em meados do século XIX, também no interior de São Paulo.

Alguns historiadores afirmar que a coxinha surgiu com a chegada da industrialização na Grande São Paulo.

O petisco teria surgido com a finalidade de ser vendida como uma alternativa mais em conta e que não estregasse tão rapidamente como as próprias coxas da ave que eram comercializadas nas portas das fábricas.

Assim como no caso da imperatriz Tereza Cristina, o sabor único da coxinha logo se tornou popular e alcançou projeção em todo o estado de São Paulo, passando rapidamente para todo o território nacional.

As variações da coxinha

Com o tempo e com a sua popularidade crescente, os recheios da coxinha começaram a variar: agora, não só era possível comer coxinha de frango, mas também recheadas com palmito, camarão, abóbora e outros alimentos que combinavam perfeitamente com o sabor da massa.

A própria massa começou a sofrer variações, se adaptando à cultura local de onde estava sendo consumida.

Hoje em dia, o quitute mais amado do Brasil pode ser encontrado em vários tamanhos, feitos de várias maneiras (fritos ou assados), com vários tipos de massa e recheio.

Com o advento da cultura fitness, o salgadinho conseguiu se reinventar e trazer uma massa mais leve e nutritiva combinada com recheios diversos para não colocar em risco a forma física dos adeptos.

A coxinha continua soberana no reinado dos petiscos. Independentemente de sua origem, toda hora é perfeita para saborear uma deliciosa coxinha.

Venha saborear a famosa coxinha da Eliana Salgados, aproveite e faça sua encomenda!

Deixe uma resposta